Origem da pimenta

Estimulante, provocante, quente. Esta é a pimenta! Originária do Continente Americano, a pimenta é muito utilizada nos pratos culinários desta região, tendo maior destaque na culinária mexicana e brasileira. Segundo Gilberto Freyre em “Casa-Grande e Senzala”, a população indígena usava e abusava das pimentas em suas preparações gastronômicas, e este uso é característico de nossa gastronomia nacional até os dias de hoje.

            A pimenta tem as seguintes variações: 

  • Pimenta Bhut Jolokia: considerada pelo Guiness Book a pimenta mais forte do mundo. É altamente recomendável que se use luvas no manuseio desta pimenta.
  •  Pimenta Americana ou Doce: apresenta frutos alongados de cor verde intenso e brilhante. É uma pimenta de baixo aroma e pungência doce, utilizada no preparo de vários pratos da comida brasileira, muitas vezes substituindo o pimentão. 
  •  Pimenta Branca: é a pimenta do reino madura e seca que é descascada. Bem menos picante do que a pimenta preta é encontrada em pó ou em sementes.  É utilizada em maioneses, peixes, molhos brancos, sopas claras e no tempero de saladas. 
  •  Pimenta Cambuci ou Chapéu-de-Frade: apresenta frutos verdes (imaturos) e vermelhos (maduros) na forma de campânula ou sino. De pungência doce e aroma baixo é utilizada em saladas e cozidos. 
  •  Pimenta Cumari: pequeninha, muito picante, ligeiramente amarga e baixo aroma. Nativa da mata brasileira, apresenta frutos arredondados ou ovalados, verde (imaturos) e vermelho (maduros). Encontra-se fresca ou em conserva. 
  •  Pimenta Cumari-do-Pará : apresenta frutos arredondados ou ovalados, verde (imaturos) e amarelo (maduros). De pungência picante alto e aroma forte é utilizada principalmente em conservas. 
  •   Pimenta Dedo-de-Moça : apresenta frutos alongados de coloração verde (imaturo) e vermelho (maduro), pungência picante baixo e aroma baixo. Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeno, é uma pimenta saborosa que pode ser encontrada líquida, fresca, em conserva ou desidratada na forma de flocos com sementes, recebendo no nome de pimenta calabresa. É muito utilizada em molhos e uma grande variedade de pratos. 
  •   Pimenta Habanero: originária do Caribe e da Costa Norte do México, foi a primeira pimenta a ser cultivada pelos Maias. É utilizada fresca, seca ouem molhos. Tem um sabor muito forte que persiste na boca. As suas cores variam entre amarelo, laranja e vermelho. 
  •  Pimenta Jalapeno: originária do México, apresenta frutos cônicos de coloração verde claro a verde escuro quando imaturos e vermelho quando maduros. É consumida fresca, processada na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó. Bastante popular no México e Estados Unidos seu nomo é uma homenagem à cidade de Jalapa, capital de Vera Cruz, no México. É utilizada em vários molhos para tacos, burritos e quando seca e defumada, é conhecida como chipotle.
  •  Pimenta Malagueta : apresenta variedades com pungência de médio a alto e baixo aroma e frutos alongados verde (imaturos) e vermelho (maduros). É muito utilizada em molhos de pimentas, conservas, como condimento no preparo de peixes, carnes, em feijoadas e no acarajé. 
  •   Pimenta-da-Jamaica: semente aromática, nativa das Américas e do Oriente que se encontra em pó ou grãos. É pouco picante e ligeiramente adocicada. De coloração marrom, possui sabor e perfume que evocam a noz-moscada, o cravo e a canela. É utilizada em conservas de legumes, carnes de caça, frutos do mar, alguns patês, doces, tortas e pudins.  
  •   Pimenta-de-Bode: apresenta frutos verdes (imaturos), amarelo ou vermelho (maduros), arredondados ou achatados, tipo pitanga. Sua pungência é alta e seu aroma também. É utilizada como condimento no preparo de carnes, arroz, feijão, pamonha salgada e até em biscoitos de polvilho e quando maduros, principalmente em conservas.
  •  Pimenta-de-Cheiro: apresenta frutos alongado, arredondado, triangular, campanulado e retangular. Seus frutos quando maduros variam desde o amarelo-leitoso, amarelo-forte, alaranjado, salmão, vermelho até preto quando maduros. Existem variedades com pungência doce, picante baixo e até picante alto. Seu aroma é alto, sendo bastante utilizada em saladas, como condimento para carnes, principalmente peixes. Pimenta típica da culinária baiana e nordestina, sua presença é obrigatória em pratos como o xinxim de galinha e os bobós. 
  •  Pimenta-do-Reino: a pimenta do reino é uma das especiarias mais antigas e mais utilizadas no mundo.  Pequena e de formato arredondado, tem um sabor forte e levemente picante. Originária das florestas equatoriais da Ásia, principalmente Índia, apresenta coloração verde (imaturas) e vermelha (maduras).  Seca ou conservada em salmoura, mantém a cor original dependendo do seu estágio de amadurecimento.  Quando fervidas e depois secas, tornam-se negras e por isso são também conhecidas como pimenta preta. 
  •  Pimenta-do-Reino Verde: é a pimenta do reino colhida em seu estagio inicial de desenvolvimento, quando ainda está verde. E utilizada em pratos como o steak de filé mignon com poivre vert (pimenta verde em francês). 
  •  Tabasco: originária do Chile, é encontrada também na Louisiana, onde existe uma grande companhia de pimentas que leva seu nome e a tornou famosa. É uma pimenta saborosa e bastante picante. 

Para ver uma receita mexicana à base de pimenta, clique em:

 Fontes:

FREYRE, Gilberto. Casa-grande e senzala. Ed. Global. 49ª ed. São Paulo: 2004
http://www.pimentasartesanais.com.br/

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos:
festa da pizza“,  “festa da massa“, “festa do risoto”, “festival oriental”, “festival mexicano” e a grande novidade! O “festival de pizza infantil” com a “Oficina da pizza”! As crianças abrem a massa, montam a pizza e depois de assada, elas degustam. É muito legal! “O gastrônomo” também oferece os “cursos de pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, O “gastrônomo” realiza eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com “Moisés Costa“, Chef da O “gastrônomo” – “Eventos“.
Apoio: “foodbrasil.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s