Origem da Mandioca

Segundo o autor Gilberto Freyre em sua obra “Casa-Grande e Senzala”, as raízes da mandioca eram largamente utilizadas pelas cunhãs (índias) na preparação de massas e farinha, o que ele caracterizava como “complexo da mandioca”.
Devido à ausência de trigo na terra recém-colonizada, os colonizadores portugueses substituíram o cereal, que era marca de sua dieta, pelas preparações à base de mandioca.
O tubérculo era extraído do solo, lavado, descascado, ralado e espremido no tipiti, um tipo de coador feito de palma.
A partir da mandioca é possível obter as seguintes preparações gastronômicas: farinha fina, minguau, beiju (tapioca), bolos, tarubá (bebida), entre outros.

Fonte: FREYRE, Gilberto. Casa-grande e senzala. Ed. Global. 49ª ed. São Paulo: 2004.

Para ver a receita de uma queijadinha à base de mandioca, clique em:

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos:
festa da pizza“,  “festa da massa“, “festa do risoto”, “festival oriental”, “festival mexicano” e a grande novidade! O “festival de pizza infantil” com a “Oficina da pizza”! As crianças abrem a massa, montam a pizza e depois de assada, elas degustam. É muito legal! “O gastrônomo” também oferece os “cursos de pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, O “gastrônomo” realiza eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com “Moisés Costa“, Chef da O “gastrônomo” – “Eventos“.
Apoio: “foodbrasil.net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s