Arquivo da tag: gastronomia

O gastrônomo – A gastronomia – o que significam?

Muitas vezes questionamos a diferença entre a gastronomia e a culinária. Não bastando, questionamos também a diferença entre o gastrônomo e o cozinheiro, sendo muito comum pensarmos que o gastrônomo é um indivíduo dotado de muitos conhecimentos gastronômicos e, assim sendo, muito mais importante que o cozinheiro. Não é correto diferenciar desta maneira, já que ambos têm a sua importância no universo gastronômico: um cozinheiro reproduz uma receita que o gastrônomo desenvolveu com base em seu vasto conhecimento teórico e conhecimento técnico. Entretanto, fica a questão: como desenvolver uma receita com base em um vasto conhecimento teórico e técnico sem partir para prática? Isso parece impossível! Deste modo, o gastrônomo também precisa cozinhar para obter conhecimento, portanto, o gastrônomo vai precisar de experiência, e para obter experiência, o gastrônomo também deve reproduzir receitas já desenvolvidas por alguém, sendo estas mesmas reproduzidas diversas vezes pelos cozinheiros. São os cozinheiros quem fazem a disseminação das preparações pelo mundo, é na reprodução dos pratos que atingimos o universo gastronômico com a vastidão de possibilidades que encontramos. Não adianta haver o gastrônomo para desenvolver as preparações com suas combinações e harmonizando os pratos a uma série de condições se não houver o cozinheiro que irá reproduzi-lo à multidão! Cada um possui suas particularidades e importância.

 Segundo o dicionário Aurélio, o significado de gastrônomo é “amante das boas iguarias”; já o dicionário Houaiss, o significado de gastrônomo é “aquele que aprecia com gosto e conhecimento os prazeres culinários. Segundo o dicionário Aurélio, gastronomia é o “conhecimento teórico e prático acerca de tudo que se refere à arte culinária, às refeições apuradas, aos prazeres da mesa”, arte de cozinhar de modo que se dê o maior prazer a quem come. Já o dicionário Houaiss, gastronomia é a prática e conhecimentos relacionados com a arte culinária, o prazer de apreciar pratos finos. Enquanto que, ao pesquisar a palavra culinária, está mencionando apenas que é “a arte de cozinhar”. Não podendo também ignorar outra palavrinha muito importante neste contexto, a gastrologia, que no dicionário Houaiss, significa a ciência ou a arte da boa cozinha, conjunto de conhecimentos relativos a essa ciência ou arte.

Nos diversos dicionários, o significado da palavra gastronomia, se torna bastante previsível, mas analisando a etimologia da palavra gastronomia, o termo “gaster”, em grego quer dizer algo referente ao estômago, enquanto que “nomo”, quer dizer algo referente às leis e o sufixo “ia”, quer dizer algo referente ao estudo. Fazendo uma leitura geral dos termos mencionados, é possível concluir que gastronomia é o estudo das leis do estômago. Somando a etimologia aos diversos significados encontrados nos dicionários, podemos entender que a gastronomia de modo global possui universo imensamente maior que o da culinária, uma vez que a culinária está restrita ao simples ato de cozinhar reproduzindo receitas. Já a gastronomia envolve, além do ato de cozinhar, o conhecimento teórico das preparações, o conhecimento histórico dos pratos e dos ingredientes, o conhecimento cultural, religioso e científico, é importante saber os princípios químicos que ocorrem durante a preparação, questões nutricionais e ainda se preocupar em harmonizar os ingredientes, harmonizar o prato com outros pratos, bebidas e até com o ambiente, além de ter a preocupação estética para apresentar um lindo prato aos consumidores. A gastronomia representa, portanto, o conjunto de todo o estudo da culinária em seus diversos aspectos.

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos:
festa de pizza“,  ”festa de massa“, “festa de risoto”“festa oriental”“festa mexicana” e a grande novidade! A “festa de pizza infantil” com a “Oficina da pizza”! As crianças abrem a massa, montam as pizzas e depois de assada, elas degustam. É muito legal!  confira tudo isso com ”Moisés Costa“, Chef da O “gastrônomo” – “Eventos“. 
Apoio: “foodbrasil.net

Cozinha Contemporânea

Na “cozinha contemporânea” diversos itens da gastronomia se reúnem em uma única preparação, estes itens, muitas vezes são encontrados em diversas culturas, deste modo, pode-se dizer que a cozinha contemporânea é amplamente influenciada pela globalização, causando muitas transformações no universo gastronômico e assim permitindo que cada vez mais passamos a usar a criatividade nas elaborações de pratos, fazendo a utilização dos diversos ingredientes disponíveis, sendo também utilizado novos recursos, podendo fazer misturas jamais imagináveis, que por sua vez chama a atenção das pessoas pela característica exótica com muitas cores, aromas e texturas, difere da cozinha tradicional, principalmente pela evidente transformação dos elementos, mudando o seu estado original! “Mas sem deixar de ser o que é no aspecto sabor”

Resgatando os antigos filósofos gregos (Pré-socráticos) que discutiram sobre as transformações dos elementos no mundo, é possível observar que há uma analogia entre os pensamentos:

O filósofo Anaxímenes dizia que – “Tudo se converte em tudo”
Esta analogia pode ser estranha ou engraçada, mas esta idéia de que as coisas não são, mas sim estão em um estado temporário e logo se transformará, é uma idéia que pode ser considerada real na cozinha, é claro que filosoficamente falando, Anaxímenes vai muito além de elementos culinários, porém, se falarmos um pouco dos aspectos da gastronomia molecular, podemos observar que a aplicação dos princípios científicos na culinária nos leva a considerar estes pensamentos de transformação dos elementos que os antigos filósofos gregos defendiam, são pensamentos contemporâneos, pois existem cientistas que defende que toda matéria tem um mesmo principio e também podem ser convertidas da mesma forma.

Voltando ao ponto principal, é possível compreender a importância de se ter um grande conhecimento da cozinha clássica, conhecendo todas as suas bases, técnicas e recursos, para que assim possamos ter condições de executar todas as transformações e atribuí-las a gastronomia contemporânea.

Quanto à gastronomia molecular é importante compreender que para ser possível a sua prática, a princípio é necessário um estudo muito mais especificamente cientifico, com conhecimentos de química, física e biologia, para assim compreender todo o processo de transformação dos elementos e transferi-los para a compreensão dos resultados que exerce nos alimentos, obtendo assim as respostas de tudo o que acontece nas preparações, desvendando os segredos, truques e desfazendo mitos da gastronomia contemporânea.

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos:
festa de pizza“,  ”festa de massa“, “festa de risoto”“festa oriental”“festa mexicana” e a grande novidade! A “festa de pizza infantil” com a “Oficina da pizza”! As crianças abrem a massa, montam as pizzas e depois de assada, elas degustam. É muito legal!  confira tudo isso com ”Moisés Costa“, Chef da O “gastrônomo” – “Eventos“. 
Apoio: “foodbrasil.net

Alimentação indígena – Deixe a sua opinião!

“Alimentação Indígena”

Gastronomia e Imigração (XIX)

pizza elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

A presença das culturas alemã, árabe, espanhola, italiana, japonesa  é muito marcante em nosso país, principalmente no Estado de São Paulo, quando – somente entre os anos de 1885 a 1899 – mais de 300 mil imigrantes aqui desembarcaram.

A chegada dos imigrantes  no Brasil a partir da década de 1870 está inserida em um emaranhado histórico que envolve o fim do tráfico de escravos no Brasil (1850), a unificação alemã e italiana

salsicha empanada elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

(1870), o fim da escravidão no Brasil (1880) e a proclamação da República (1889), ou seja, a presença de povos imigrantes no Brasil confunde-se com a própria história de nossa nação. Com o fim do tráfico de escravos, e posteriormente o fim da escravidão, o governo brasileiro começou a incentivar a entrada de estrangeiros para substituir a mão-de-obra escrava nas lavouras de café e em outras agriculturas.

yakissoba elaborado pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

A princípio, esta mão-de-obra foi direcionada para colônias do sul do país, e depois, para o sudeste, principalmente para os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os imigrantes vieram ao Brasil para construir uma vida digna, algo que não conseguiram realizar em suas nações que estavam passando por guerras civis conflitos armados que desestruturaram as suas sociedades, e isto é comprovado pelo grande número de famílias estrangeiras que aqui se instalaram.

churros elaborado pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

O governo brasileiro, já de caráter republicano (1889), incentivou a imigração também para promover a chamada “política do branqueamento”, que consistia em aumentar a número da população branca, suprimindo gradativamente a presença escrava e negra no país.

esfiha elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

Os imigrantes vão fazer do solo brasileiro o seu lar, contribuindo com a sua força de trabalho e com sua riquíssima cultura: a luta pelos direitos trabalhistas nas primeiras indústrias; o surgimento de vários bairros e redutos ; a entronização de vocábulos estrangeiros em nossa língua portuguesa. Todavia, uma das maiores contribuições da cultura imigrante foi na culinária: a pizza, o churros, a salsicha, o yakissoba, a esfiha.

 Visite o site O gastrônomo e confira os eventos: festival de pizzas, massasrisotos, oriental e mexicano.
O gastrônomo também oferece cursos de pizzas, massas e risotos. Além disso, O gastrônomo personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como almoços e jantares sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Gastronomia e história

A História já foi discutida através de várias vertentes:
a História dos grandes feitos, heróis e nações; a História econômica; a História “de baixo para cima”; a História social. Sem ter pretensão de substituir ou subestimar a Historiografia até então utilizada no mundo, a História da Gastronomia torna-se mais um caminho para a compreensão da trajetória do homem pelo emaranhado tempo.

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.