Arquivo da tag: Itália.

Gastronomia e Imigração (XIX)

pizza elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

A presença das culturas alemã, árabe, espanhola, italiana, japonesa  é muito marcante em nosso país, principalmente no Estado de São Paulo, quando – somente entre os anos de 1885 a 1899 – mais de 300 mil imigrantes aqui desembarcaram.

A chegada dos imigrantes  no Brasil a partir da década de 1870 está inserida em um emaranhado histórico que envolve o fim do tráfico de escravos no Brasil (1850), a unificação alemã e italiana

salsicha empanada elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

(1870), o fim da escravidão no Brasil (1880) e a proclamação da República (1889), ou seja, a presença de povos imigrantes no Brasil confunde-se com a própria história de nossa nação. Com o fim do tráfico de escravos, e posteriormente o fim da escravidão, o governo brasileiro começou a incentivar a entrada de estrangeiros para substituir a mão-de-obra escrava nas lavouras de café e em outras agriculturas.

yakissoba elaborado pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

A princípio, esta mão-de-obra foi direcionada para colônias do sul do país, e depois, para o sudeste, principalmente para os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os imigrantes vieram ao Brasil para construir uma vida digna, algo que não conseguiram realizar em suas nações que estavam passando por guerras civis conflitos armados que desestruturaram as suas sociedades, e isto é comprovado pelo grande número de famílias estrangeiras que aqui se instalaram.

churros elaborado pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

O governo brasileiro, já de caráter republicano (1889), incentivou a imigração também para promover a chamada “política do branqueamento”, que consistia em aumentar a número da população branca, suprimindo gradativamente a presença escrava e negra no país.

esfiha elaborada pelos alunos do 9º ano - Trabalho Imigração (XIX)

Os imigrantes vão fazer do solo brasileiro o seu lar, contribuindo com a sua força de trabalho e com sua riquíssima cultura: a luta pelos direitos trabalhistas nas primeiras indústrias; o surgimento de vários bairros e redutos ; a entronização de vocábulos estrangeiros em nossa língua portuguesa. Todavia, uma das maiores contribuições da cultura imigrante foi na culinária: a pizza, o churros, a salsicha, o yakissoba, a esfiha.

 Visite o site O gastrônomo e confira os eventos: festival de pizzas, massasrisotos, oriental e mexicano.
O gastrônomo também oferece cursos de pizzas, massas e risotos. Além disso, O gastrônomo personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como almoços e jantares sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem da colomba pascal

Colomba Pascal Trufada, by: Chef Moisés Costa

Você sabia que a Colomba Pascal simboliza a paz para os italianos? O reino de Lombardia, que ficava ao norte da Itália, estava em guerra com o vilarejo de Pavia. Um padeiro paviano, resolveu fazer um pão doce com forma de pomba, com uma massa com muita manteiga e ovos, mais macia que o panetone, recheada com cascas de laranja cristalizadas, com cobertura de glacê, amêndoas ou ainda chocolate aromatizado, apresentando decorações requintadas. O rei da Lombardia recebeu o presente, degustou e adorou. Resolveu, então, não invadir mais o vilarejo. Hoje, a Colomba Pascal é preparada principalmente na Páscoa, ou seja, tornou-se um símbolo também do Cristianismo.
Quer conhecer esta deliciosa receita? Clique aqui!

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem do calzone

Você sabia que o calzone também é conhecido como pizza fechada? Isto se deu ao fato de que o calzone é feito da mesma massa que a pizza, no entanto, é recheado com queijo, molho de tomate, verdura, legumes e carnes, fechado ao meio, com aspecto de meia-lua, selado com gema de ovos, e assado.
Muitos chegam a confundir o calzone com a fogazza, devido ao seu formato também de meia-lua, contudo, seus ingredientes de preparação são distintos.
O calzone é originário da região italiana da Apúlia, na zona do Salento. Veja uma saborosa receita de calzone feito pelo Chef Moisés Costa, clique aqui!

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem do zabaione

É considerada uma das receitas italianas mais tradicionais, dos tempos em que a Península Itálica era dividida em vários reinos, ou seja, há mais de 200 anos antes da unificação do país (1870).
De textura bem leve, o zabaione é uma deliciosa sobremesa feita de gemas, açúcar e vinho Marsala, Madeira ou Porto.
O doce fez muito sucesso na França quando os cozinheiros da comitiva real que acompanhou Catarina de Médicis o prepararam. Como Catarina de Médicis casou-se com Henrique de Orléans e passou a viver na França, os franceses passaram a saborear muitas outras especialidades italianas.
Está com vontade de saborear um doce da realeza italiana? Clique aqui!

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem do inhoque

Você sabia que o inhoque já foi considerado um prato ligado à população mais pobre da Itália?
As cozinheiras italianas mais pobres elaboravam este prato em decorrência da sua simplicidade e pelo baixo custo, já que a base da receita era de batata, ovos e farinha de trigo, e com o tradicional molho de tomate. Com o passar do tempo, a receita foi se sofisticando, elevando o inhoque à alta categoria gastronômica, com o acréscimo de variados molhos vermelhos e brancos.
Através da Imigração Italiana (XIX), o inhoque chegou ao Brasil, onde foi adaptado aos ingredientes nacionais, tanto que hoje, não somente a batata é utilizada como base do prato, mas também outros tubérculos, como a abóbora, inhame, mandioca e a mandioquinha. Graças à criatividade dos profissionais da gastronomia nacional, o inhoque pode ser acompanhado por molhos diversos e até mesmo sendo recheado, a exemplo do “Nhoque recheado ao molho Rossini” preparado  pelo Chef Moisés Costa. Para se deliciar com a receita,  clique aqui!

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem da piadina

A piadina ou piada é um pão típico italiano, elaborado a partir de uma massa com ingredientes muito básicos, mais simples que a elaboração de uma massa de pizza, o disco é uma massa plana e fina, até lembra uma massa de pizza, só que bem mais fininha. A piadina típico da Romagna (Forli-Cesena, Ravenna e Rimini) é há muito tempo a base da comida romagnola, provavelmente já comida pelos antigos Romanos, que teriam aprendido a preparar no Oriente Médio (Gregos Bizantinos e os Palestinos têm pratos similares).

Continuar lendo

Origem do tomate

O tomate, um fruto pertencente à América, cultivado pelos Astecas, Maias e Incas, entre outros povos, e só foi para a Europa após a descoberta do novo mundo, os espanhois o levaram como uma novidade, porém houve algumas desconfianças iniciais, “pois o tomate poderia ser venenoso”.

No século XVII o fruto de nome tomate já era conhecido em toda Europa, sendo cultivado, a princípio como planta ornamental. Com a efetiva colonização do Novo Mundo, os europeus desenvolveram o cultivo do tomate reconhecido como alimento estimulante e rico em potássio. Por volta do inicio do século XVIII atingiu o sul da Itália, datando o inicio da fabricação da pizza com o molho de tomate.

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

História do capeletti

Você sabia que Capeletti significa “pequeno chapéu”? A massa foi desenvolvida no século 12, no norte da Itália, em Emília-Romanha, cuja capital é Bolonha. Recebeu este nome porque o seu formato se parecia com os chapéus medievais, em italiano “capellos”.
As pessoas tendem a confundir Tortellini com Capeletti, pois ambas são originárias do norte da Itália, mas têm formatos bem diferentes. Uma não originou a outra!

Quer apreciar uma receita de “Capeletti de gravlax ao molho dill”? Clique aqui!
Veja também o vídeo de preparação do “Capeletti de gravlax ao molho dill” pelo Chef Moisés Costa!

 Visite o site “O gastrônomo” e confira os eventos: “festival de pizzas”, “massas”, “risotos”, “oriental” e “mexicano”.
“O gastrônomo” também oferece cursos de “pizzas”, “massas” e “risotos”. Além disso, “O gastrônomo” personalité; com o petit comité, que consiste em eventos para pequenos grupos, como “almoços” e “jantares” sociais ou de negócios, confira tudo isso com o Chef Moisés Costa.  Apoio: foodbrasil.net

Origem da pizza

pizza jogo da velha, por CHEF MOISÉS COSTA

Desde o inicio das civilizações, acredita-se que o homem já saboreava e considerava a pizza como um alimento.
Como todo prato antigo, é difícil especificar sua origem, ainda mais se pensarmos que ela não é nada mais que uma evolução do pão. A primeira notícia que se tem da pizza tem mais de 6.000 anos.

Continuar lendo